Editorial



A Sociedade dos poetas quase vivos é o inicio de um movimento que a bandeira é a arte e mais precisamente a arte de poetizar. O nome é não só uma alusão como também uma homenagem ao grande clássico do cinema Sociedade dos Poetas Mortos.    
Nós sobrevivemos e resistimos aos comodismos e mesmices do sistema chamado de “Sociedade Civil Organizada” numa caminhada na contra-mão do modelo social que insiste em nos vender o imediatismo, o vazio, a banalização das relações, os enlatados, a repressão, as violências, o desrespeito e modelos semelhantes.
Nós nos reunimos para poetizar, olhar as pessoas nos olhos, dar um abraço, compartilhar amizades, vinhos, queijos, músicas, momentos e poesias é claro! Reaprendendo todos os dias a arte de viver.
Dentre as nossas ações temos o “Encontro Vinho e Poesia” que me lembra o Rock in Rio uma vez que não tem periodicidade definida.  O projeto Poesia na Sinaleira que tem o objetivo de ofertar poesia às pessoas nos semáforos mais movimentados de Feira de Santana.
Apoiando o Caffé Literário em parceira com a editora Nova Letra do MAC que era realizado sempre na segunda quinta-feira de cada mês no antigo Bistrô Caffé em Feira de Santana. O Café Literário evoluiu para o Sarau Literário que teve edições em 2013 e 2014.

Em 2015 participamos das homenagens ao aniversário de Feira de Santana através de convite para participarmos do Programa de televisão "Aprovado" veiculado pela Tv Bahia aos sábados às 09h00 com apresentação do ator Jackson Costa. (making off)  - Veja o programa (aqui)






Um comentário: